Arames MIG / Varetas MIG

1) Descrição

As varetas NCS TIG/GTAW são especificadas para soldagem de juntas de união em aços inoxidáveis austeníticos-ferríticos dos mais diversos tipos e requisitos de propriedades mecânicas – com características desde altas temperaturas à ambientes criogênicos.
Além de suas elevadas propriedades de resistência tração e alto alongamento apresentam diversos graus de resistência aos mais diversos meios corrosivos em presença de íons Cloretos ou Sulfetos. Também suportam altas temperaturas e elevada resistência à oxidação e a descamação, bem como corrosão por “pitting”, corrosão intercristalina e corrosão do tipo “creep” (fadiga).

2) Características

  • Superfícies polidas e isentas de resíduos
  • Soldagem em corrente negativa
  • Gás de Proteção – Argônio + Hélio e/ou Argônio

3) Normas AWS A5.9 e EN-14343

NCS TIG AWS A5.9 ER EN – 14343
NCS TIG 308L ER 308L 19 9 L
NCS TIG 347 ER 347 19 9 Nb
NCS TIG 316L ER 316L 19 12 3 L
NCS TIG 309L ER 309L 23 12 L
NCS TIG 309MoL ER 309MoL 23 12 2 L
NCS TIG 310 ER 310 25 20
NCS TIG 312 ER 312 29 9
NCS TIG 2209 ER 2209 22 9 3 N L
NCSTIG 2594 ER 2594 25 9 4 N L
NCS TIG 385 ER 385 20 25 5 l Cu

4) Composição Química – Típicas

NCS TIG C Si Mn P S Cr Ni Mo Nb N Cu Co Fe
308L <0,03 0,4 1,8 <0,025 <0,015 20 10 <0,5   <0,06 <0,2 <0,2 +
347 0,03 0,4 1,3 <0,025 <0,015 19,5 9,5 <0,3 >12XC
<0,7
<0,07 <0,10   +
316L <0,02 0,4 1,8 <0,025 <0,015 18,5 12,5 2,6   <0,06     +
309L <0,02 0,4 1,8 <0,020 <0,015 23,5 13,5 <0,3     <0,2 <0,1 +
309MoL <0,03 0,4 1,5 <0,025 >0,015 21,5 15 2,7         +
310 0,12 0,3 1,8 <0,015 <0,015 26 21 <0,3   <0,06 <0,3   +
312 0,1 0,4 1,6 0,013 0,013 29 9     0,05     +
2209 <0,020 0,5 1,6 <0,020 <0,015 23 9 3,2   0,16     +
2594 <0,020 0,3 0,4 <0,020 <0,015 25 9,5 4   0,25     +
385 <0,020 0,4 1,8 <0,015 <0,015 20 25 4,5     1,5    

5) Propriedades Mecânicas – Típicas

NCS TIG RT (Mpa) LE (Mpa) A% Impoacto(J)
20ºC
Impoacto(J)
-196ºC
Dureza
(HV)
308L 600 390 35 135 60 160
347 610 400 42 150 50 160
316L 610 410 35 110 50 160
309L 600 400 40 140   160
309MoL 600 400 40 140   180
310 590 390 38 230 60 160
312 730 520 25     200-250
2209 750 600 25 160 100 240
2594 850 650 25 210    
385 620 440 36 120 100 160

6) Informações Técnicas – Varetas TIG

NCS TIG 308L: Indicada para união de aços inoxidáveis dos tipos 18Cr-8Ni e 18Cr-8Ni-Nb para temperaturas em serviço até 350°C. Também indicado para aplicações criogênicas até -269°C. Apresenta boa resistência à corrosão geral devido seu baixo teor de Carbono, também boa resistência à corrosão intercristalina e agentes oxidantes. É uma das mais versáteis ligas para os mais diversos tipos de aplicações em inoxidáveis.

NCS TIG 347: Indicada para união de aços inoxidáveis dos tipos 18Cr-8Ni-Nb e 18Cr-8Ni-Ti. Este tipo liga é recomendada para aplicações onde o metal de solda estará exposto a temperaturas acima 400°C devido seu reforço da adição do Nióbio em sua microestrutura, também boa resistência à corrosão intercristalina.

NCS TIG 316L: Indicada para união de aços inoxidáveis dos tipos CrNiMo ou aços Cr-Ni – estabilizados ou não- estabilizados, como 316L, 316Ti, 304, 304L, 321 e 347. Usada para temperaturas até 400°C. Apresenta-se com boa resistência à corrosão geral e devido seu baixo teor de Carbono também boa resistência à corrosão intercristalina. Também indicada para ambientes onde ocorrem corrosão por “pitting” devido à adição do Molibdênio e ambientes com íons Cloro. É uma das ligas de maior flexibilidade e multi-aplicações.

NCS TIG 309L: Indicada para união de aços inoxidáveis dos tipos Cr-Ni e dos inoxidáveis do tipo 309, aços ligado ao Cromo e aços dissimilares, desde aços inoxidáveis até aços Carbono ou baixa-liga – para aplicações e serviços até 320°C. O tipo 309L é usada em juntas em aços carbono e aços inoxidáveis onde resistência à corrosão é uma variável de secundária importância.

NCS TIG 309MoL: Indicada para união de aços inoxidáveis 316L a aços Carbono ou baixa-liga e para camadas de transição destes aços onde alto teor de Molibdênio é desejado na segunda ou terceira camada. É uma liga indicada para união ou transição para revestimentos posteriores onde Mo é uma variável crítica para a corrosão.

NCS TIG 310: Indicada para união aços inoxidáveis do tipo 25Cr-20Ni para resistência ao calor. Esta também pode ser utilizada em ambientes até 1100°C, ou em oxidantes e sulfurosas atmosferas até 1050°C e em atmosferas sulfurosas redutoras até 650°C. O tipo 310 tem uma moderada resistência à tensão fadiga e estabilidade estrutural – devido seu teor médio de Carbono. Excelente propriedade à descamação e muito boa resistência à oxidação em elevadas temperaturas.

NCS TIG 312: Indicada para união de aços dissimilares ou revestimento de aços Carbono e baixa-liga. Sua estrutura metalúrgica é austenita-ferrita com alto teor de Ferrita. Mesmo com considerável diluição de elemento formador de Austenita (como o Níquel) a microestrutura permanece austenítica-ferrítica e altamente resistente às trincas e fissuras. Contém aprox. 30% Ferrita (diagrama Schaeffler).

NCS TIG 2209: Indicada para união de aços inoxidáveis do tipo Duplex. Apresenta resistência à corrosão igual ao tipo 904L na maioria das aplicações. Também indicado para soldagem dos aços Duplex com aços Carbono. Tem como característica a resistência corrosão intergranular e corrosão por “pitting”. Também boa resistência à trinca pela corrosão sob tensão, especialmente em ambientes contendo H2S.

NCS TIG 2594: Indicada para união de aços inoxidáveis do tipo Super Duplex. Este grau é caracterizado pela excelente resistência à corrosão sob tensão em meios Cloretos. Também excelente resistência às corrosão por “pitting” ou corrosão em fendas/aberturas (“crevice corrosion”). É uma liga onde a mais alta resistência à corrosão é requerida. Estrutura austenítico-ferrítica com aproximadamente 40 FN (diagrama WRC-92).

NCS TIG 385: Indicada para união de aços inoxidáveis 20Cr-25Ni-4,5Mo-1,5Cu usados em muitas indústrias de processo com produção de ácido acético, sulfúrico, tereftálico ou tartárico e vinil-cloreto. Esta é também usada para operações de resfriamento envolvendo água marinha ou água de rio pesadamente poluída. Apresenta muito boa resistência às trincas por corrosão sob tensão, corrosão intercristalina, ataques em meios ácidificados, ambientes não-oxidantes, como ácidos sulfúricos, fosfórico e acético. A resistência por corrosão dos tipos “pitting” ou por fendas/aberturas é significante melhor que as ligas 308L ou 316L e similares.